Viagem às Ilhas Falklands, 2015

Rudnei Dias da Cunha.png Por Rudnei Dias da Cunha*
Capa-PDF.jpg

Placa de boas vindas na chegada a Goose Green, um dos locais onde houveram combates.


SGAM-Logo-300px.pngO Prof. Rudnei Dias da Cunha realizou uma viagem às Ilhas Falklands (Malvinas) em 2015, fez uma excelente reportagem fotográfica e gentilmente a compartilhou com o Velho General. Algumas imagens são de pontos que nós normalmente conhecemos apenas pelas descrições de batalhas ou por mapas; mas elas mostram também o profundo respeito do professor pelas vítimas e seu olhar humano sobre o conflito. Logo depois da galeria, há  descrições contextualizando algumas fotografias. Mas, independentemente de qualquer descrição, as imagens falam por si. Agradecemos ao Prof. Rudnei por compartilha-las conosco.


Galeria de Imagens (clique para ampliar)


LIVRO RECOMENDADO:

Northrop F-5 no Brasil / in Brazil

  • Rudnei Dias da Cunha e Leandro Casella
  • Em português e Inglês
  • Capa Comum – Edição padrão, 2018

Descrições

Goose Green A-4B C-248

Pertencente ao terceiro lote de A-4B adquiridos pela Fuerza Aérea Argentina e recebido em 1970. Operado pelo Grupo 5º de Caza, V Brigada Aérea, Rio Gallegos em 1982. Foi abatido em 12/05/1982 sobre Goose Green pela própria AAA argentina.

SA-330L Puma AE-508

Pertencente ao Batalhão de Aviação de Combate 601, Companhia de Assalto, Comando de Aviação do Exército, Aeroporto de Pt. Stanley, 1982. Danificado por tiro naval perto de Moody Brook e reparado. Único Puma remanescente, em 30/05/1982. Enquanto transportava membros da Gendarmería Nacional nos arredores de Mt. Kent, foi derrubado por fogo amigo (nenhuma tropa inglesa reivindicou sua derrubada, apesar de ser listado como derrubado por um míssil terra-ar inglês, segundo os argentinos).

Cemitério Militar Argentino (última foto)

Restos mortais dos tripulantes do Learjet 35A T-24 do Grupo 1 de Reconhecimento Aerofotográfico, abatido por um míssil Sea Dart lançado do HMS Exeter em 07/06/1982.

Sepultura do Lt. Nicholas Taylor, Goose Green

Piloto do Sea Harrier FRS.1 XZ450, Esquadrão Aeronaval no 800, HMS Hermes. Derrubado pela AAA argentina em Goose Green, 04/05/1982. Peças do MB-339 4-A-114, pilotado pelo Ten. de Fragata Daniel Miguel, derrubado sobre Goose Green em 28/05/1982 por um míssil terra-ar Blowpipe lançado por um fuzileiro naval britânico.


Assista aos vídeos do CANAL ATE DA GUERRA

Cemitérios militares nas Malvinas: dor, honra e respeito – Vídeo 856

Video-1.jpg

Exocet: o mercado negro de mísseis na Guerra das Malvinas – Vídeo 855

Video-2.jpg

Coronel Herbert Jones VC OBE, 2o Batalhão, Regimento de Paraquedistas.

Durante a batalha de Goose Green, um ataque contra posições argentinos entrincheirados, com sua unidade encurralados pelo fogo pesado de MAG metralhadoras e rifles automáticos de FAL, ele liderou uma acusação contra a posição mais próxima. Ele foi morto ao fazê-lo, mas a unidade Argentina rendeu-se logo depois. Por suas ações ele recebeu postumamente a Victoria Cross.

O ex-oficial paraquedista e teórico militar Spencer Fitz-Gibbon escreveu em 1995, que, apesar de sua inquestionável coragem, o coronel Jones mais atrapalhou do que ajudou, ao perder de vista o quadro geral de batalha e não permitir que os subcomandantes de sua unidade sub comandantes exercessem o comando das operações, antes de sua tentativa fatal para liderar a companhia “A” para a frente da posição onde eles estavam atolados.

Margaret Thatcher disse que “sua vida foi perdida, mas sua morte foi o ponto de viragem na batalha”. A batalha demonstrou cada vez mais a inquestionável militar superioridade do Reino Unido, reprimiu as preocupações sobre uma possível derrota e levou à libertação de 112 civis que tinham sido presos no salão da comunidade de Goose Green por quase um mês.

Banner-loja-02.jpg


*Rudnei Dias da Cunha é Doutor em Ciência da Computação pela University of Kent at Canterbury e Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. É Professor Titular do Departamento de Matemática Pura e Aplicada do Instituto de Matemática e Estatística da UFRGS. Ocupou diversos cargos de direção e coordenação do Instituto de Matemática e do Programa de Pós-graduação em Matemática Aplicada da UFRGS. Foi condecorado com a Ordem do Mérito Aeronáutico (grau Oficial) e com a Medalha Mérito Santos-Dumont. É Membro Honorário da Força Aérea Brasileira, da Royal Aeronautical Society, da Society for Industrial and Applied Mathematics e da Sociedade Brasileira de Matemática Aplicada e Computacional. Com Leandro Casella, é coautor dos livros Curtiss P-40 no Brasil, Grumman S-2 no Brasil e Northrop F-5 no Brasil.


Apoie o VG e ganhe um PDF sobre a Amazônia!

Ajude a manter o Velho General! O apoio financeiro ajuda a cobrir despesas com hospedagem de site, Internet, passagens e hospedagens na cobertura de matérias, assinaturas, livros, etc. A contribuição é única, não mensal. Contribua com quantas cotas quiser e ganhe um PDF com os artigos sobre a Amazônia, organizado com capa e índice! O Velho General agradece a sua contribuição!

R$5,00


 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: