O comandante Crozier, o USS Theodore Roosevelt e o coronel Roosevelt: uma ironia da História

A História é por vezes irônica. No recente episódio do afastamento do capitão Crozier do comando do porta-aviões USS Theodore Roosevelt, o antigo comandante dos “Rough Riders”, que deu nome à embarcação, foi protagonista de um episódio similar. Continuar lendo O comandante Crozier, o USS Theodore Roosevelt e o coronel Roosevelt: uma ironia da História

Declaração do Secretário da US NAVY sobre o afastamento do Comandante do USS Theodore Roosevelt (CVN 71)

O episódio da demissão do comandante do porta-aviões americano USS Theodore Roosevelt, o capitão Brett Crozier, encerram lições de liderança que vão muito além da competência para comandar um navio e ser reconhecido pela tripulação. Na decisão do Secretário da Marinha (US Navy) e dos altos comandantes que a subsidiaram, a questão não é o caráter do capitão Crozier, mas ele cometeu um erro grave ao expor a cadeia de comando, alarmar desnecessariamente a tripulação, as famílias e a população americana, permitir o vazamento de informações sensíveis e, principalmente, dentro do atual cenário geopolítico, passar uma percepção incorreta aos potenciais adversários dos EUA, num claro recado à China. Continuar lendo Declaração do Secretário da US NAVY sobre o afastamento do Comandante do USS Theodore Roosevelt (CVN 71)

“Gerônimo E.K.I.A.”: a Operação Lança de Netuno

A Operação Lança de Netuno, que culminou com a morte de Osama Bin Laden, foi resultado de um planejamento extenso que sucedeu uma investigação complexa e repleta de incertezas e ambiguidades. Não há muitas informações oficiais sobre a missão e muitos aspectos permanecem desconhecidos. No entanto, com o passar do tempo diversos relatos vêm revelando pequenos detalhes que permitem especulações plausíveis a respeito da operação e dos meios empregados. Continuar lendo “Gerônimo E.K.I.A.”: a Operação Lança de Netuno

A gestão de negócios do narcotráfico nas favelas brasileiras

O imaginário coletivo normalmente tem uma visão simplória do negócio que controla mais de mil favelas no Rio de Janeiro. Costuma-se pensar que são apenas jovens portando um saco de drogas numa mão e um AK-47 na outra. Não é bem assim. Continuar lendo A gestão de negócios do narcotráfico nas favelas brasileiras