Talibã adverte EUA contra extensão de presença militar

Militantes do Talibã (Foto: Ishtiaq Mahsud/AP).

O alerta chega no momento em que a Alemanha estende sua presença militar até 2022.

Radar Semanal 06/02/2021

EXCLUSIVO ASSINANTES: Nesta edição, o golpe de estado em Mianmar, no sudeste asiático, uma análise de como a eleição de Joe Biden pode afetar as relações entre Israel e a Turquia, e um acadêmico americano acredita que o alinhamento ideológico pode estar empurrando os Estados Unidos ao totalitarismo.

Mudanças na geopolítica do Oriente Médio

Os “Acordos de Abraão”, como vem sendo chamados os tratados entre Israel e, até o momento, Emirados Árabes Unidos e Bahrein, com anuência da Arábia Saudita, indicam uma mudança importante na região. Palestinos, que percebem uma redução do apoio árabe à sua causa, e iranianos, que vem sendo vistos como o principal fator de risco na região, são os maiores insatisfeitos com o contexto que vem se desenhando.

Conflito Sírio-Turco em Idlib: resultados de 24 a 28 de fevereiro de 2020

A Turquia conquistou uma posição importante em Saraqeb, província de Idlib, na Síria, mas sofreu um revés significativo na noite de 27 para 28 de fevereiro. A ameaça de uma nova guerra maior na região está aumentando e há agora muitas incertezas. Um resumo da semana na Síria pelo South Front.

Análise: a pior noite da Turquia na Síria

Todas as atenções estão voltadas para Ancara e Moscou, após o severo ataque a um comboio militar turco em Idlib, que ameaça desencadear desenvolvimentos que podem causar ainda mais desequilíbrios na Síria.

A crise humanitária no norte da Síria

De acordo com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), mais de 60% de todos os refugiados da guerra civil na Síria estão na Turquia. Esse fluxo migratório traz consequências políticas, militares, econômicas e sociais.