“Sem medo de sacrifício”: sobrevivente do confronto de fronteira China-Índia diz apostar na soberania

Tropas chinesas em área de fronteira no Himalaia (Foto: PLA/Weibo).

Comandante chinês ferido no vale de Galwan diz que “soldados preferem morrer a ceder um centímetro de território”; Um ano depois do incidente, as relações entre os dois países estão em uma encruzilhada, disse o ministro das Relações Exteriores da Índia.

Radar Semanal 18/09/2020

No Radar desta semana, entre outros assuntos, o voo do protótipo do caça de 6ª geração da USAF, e uma análise das relações EUA-India em meio ao aumento das tensões com a China; a Foreign Policy trata das ambições da França no Oriente Médio, e a Gazeta do Povo avalia a visita de Mike Pompeo à fronteira Brasil-Venezuela. Uma visão dos interesses dos EUA na África pelo American Security Project, e uma atualização da situação na Bielorrússia pelo ISW.

Radar Semanal 11/09/2020

A questão na Bielorrússia e a atuação da Rússia na Síria; Um artigo do INSS de Israel com preocupações sobre a tensão entre China e EUA em meio aos planos chineses de dobrar sua capacidade nuclear. Ainda sobre Israel, um gráfico com os mísseis israelenses. A Al Jazeera produziu um interessante mapa interativo com o histórico de fronteira entre China e Índia. O Washington Post publicou reportagem sobre mais um incêndio em Beirute e, o USNI analisa o crescimento da marinha chinesa. O Al-Monitor trouxe uma matéria sobre os exercícios militares do Irã no Estreito de Ormuz e o The War Zone fala sobre o novo livro de Bob Woodward e a revelação de Trump sobre novos sistemas de armas nucleares americanas.

O conflito entre a China e a Índia

China e Índia disputam uma extensa região fronteiriça nas alturas do Himalaia desde a década de 1950. Já foram à guerra em razão disso. E agora, um conflito de fronteira volta a causar dezenas de mortos, elevando as tensões entre os dois gigantes asiáticos, ambos detentores de armamento nuclear.