Mais uma crise na Terra Santa

Imagem: Bigstock.

Após semanas de uma escalada de tensões, está em andamento a mais grave crise envolvendo israelenses e palestinos desde 2014.

Hamas pede a palestinos que enfrentem as forças israelenses

Emblema do Hamas.

Porta-voz do Hamas diz que os eventos ocorridos na mesquita de Al-Aqsa, na Jerusalém Oriental, são crimes de guerra e equivalem a um massacre.

As primeiras ações de Biden no Oriente Médio

Os movimentos iniciais de Joe Biden em relação ao Irã e ao Oriente Médio parecem indicar uma mudança radical na política externa americana para a região. É difícil prever quais poderão ser os resultados efetivos, mas, como sempre pode acontecer, ainda que uma política pareça virtuosa seus resultados podem se distanciar muito das intenções.

A influência geográfica nos conflitos Árabe-Israelenses

As características geográficas do entorno de Israel, o fato de estar cercado por inimigos reais e potenciais, além de não possuir aliados na região, fizeram com que o país adotasse uma estratégia de uso de “zonas de amortecimento” ou “zonas-tampão”, a exemplo do que ocorre com a Rússia e suas preocupações com o crescimento da OTAN.