Retrospectiva 2020

2020 foi um ano difícil. Além das guerras e questões geopolíticas que, desde sempre, moldam a história da humanidade, a pandemia da COVID-19 acabou se tornando um agravante em diversos aspectos, desde sanitários até políticos. Para o Velho General, foi um ano de muito trabalho e crescimento.

Guerra Aérea no Vietnã (Parte 3)

Nesta terceira parte do artigo sobre a Guerra Aérea do Vietnã, o coronel Calaza esmiúça a Operação Rolling Thunder, considerada por muitos mais difícil do que a campanha aérea contra a Alemanha na 2ª Guerra Mundial, mostra a Operação Bolo e discorre sobre os combates aéreos travados nesse contexto.

Guerra Aérea no Vietnã (Parte 2)

Nesta segunda parte do artigo sobre a Guerra Aérea do Vietnã, o coronel Claudio Calaza apresenta a história da Força Aérea do Vietnã do Norte e os diversos caças MiG de fabricação russa e chinesa empregados por ela no conflito.

Guerra Aérea no Vietnã (Parte 1)

A Guerra do Vietnã foi laboratório de novas tecnologias e, embora mais conhecida pelo intenso emprego de helicópteros, foi também palco de duelos aéreos que marcaram uma importante etapa na história da aviação de combate. Nesta primeira parte de uma série de três artigos sobre a guerra aérea no Vietnã, o coronel Claudio Calaza, da Academia da Força Aérea, mostra as doutrinas e tecnologias aéreas e as principais aeronaves usadas pelos Estados Unidos.

Poder aéreo na Guerra do Vietnã: visão geral

A Guerra do Vietnã, conflito de longa duração que acabou sendo extremamente traumático para os EUA, foi um evento de grandes proporções em diversos sentidos. Especificamente na guerra aérea, foi marcado por operações de grande porte e perdas impressionantes. Foi também um período em que muitas novas tecnologias foram implementadas e novas doutrinas foram desenvolvidas e testadas.

Superioridade Aérea na Guerra das Falklands/Malvinas

A Guerra das Falklands/Malvinas foi travada entre a Argentina e o Reino Unido entre abril e junho de 1982 em disputa pela posse das ilhas. Os combates incluíram ataques aéreos de parte a parte, e o resultado final da guerra é bem conhecido. Sem pretender esgotar o assunto, e longe de ser definitivo, este artigo procura analisar a questão da superioridade aérea no conflito do Atlântico Sul.

O Combustível de Alta Octanagem na Batalha da Inglaterra

A vitória numa batalha nunca é resultado de um único fator, mas de uma combinação de diversos deles. Um dos contribuidores para a vitória britânica na Batalha da Inglaterra, muito pouco mencionado, foi o combustível.

Notas históricas sobre o uso do Poder Aéreo como Arma de Interdição (Parte II, Guerra Aérea Contra o Japão)

Esta é a segunda parte do Relatório de Inteligência da CIA que subsidiava decisões de ações de interdição aérea para a Guerra do Vietnã pela análise dos resultados da guerra aérea contra a Alemanha e o Japão na Segunda Guerra Mundial e contra a Coréia do Norte na Guerra da Coréia, na década de 1950. Neste artigo, publicamos a porção referente à Guerra Aérea contra o Japão.

Notas históricas sobre o uso do Poder Aéreo como Arma de Interdição (Parte I, Guerra Aérea Contra a Alemanha)

Este relatório avalia ações para a Guerra do Vietnã, analisando as guerras contra a Alemanha e o Japão na 2a Guerra Mundial e contra a Coréia do Norte na Guerra da Coréia. Esta é a 1a. parte, a Guerra Aérea contra a Alemanha.

Defesa Antiaérea: Parte 2 (Argentina)

Continuação da análise sobre a necessidade de o Brasil investir em sistemas de defesa antiaérea de longo alcance através da avaliação dos riscos representados pelas forças aéreas vizinhas.