General diz que pico nas interceptações de aeronaves russas cria tensão nas tripulações da USAF no Alasca

Caça F-22 Raptor intercepta um bombardeiro Tu-95 Bear russo no espaço aéreo internacional perto do Alasca (Foto: NORAD).

Os F-22 são aeronaves com custo muito alto para essas missões; militares consideram empregar outros jatos, como os F-16, de quarta geração e menor custo.