Bloqueio de Suez define corrida de taxas de embarque; navios-tanque e petroleiros são desviados

O navio porta-contêineres encalhado "Ever Given", um dos maiores porta-contêineres do mundo, depois de encalhar, no Canal de Suez, Egito (Foto: Mohamed Abd El Ghany/Reuters).

A suspensão do tráfego pelo estreito canal que liga a Europa e a Ásia agravou os problemas das companhias marítimas que já enfrentavam interrupções e atrasos no fornecimento de produtos de varejo aos consumidores.