A substituição e a modernização das ogivas das armas nucleares e termonucleares no futuro próximo

As armas nucleares são peças de engenharia de alta complexidade. Como qualquer munição, possuem data de validade, estimada em cerda de 100 anos para núcleos de plutônio e gatilhos de detonação de urânio-235. Boa parte das ogivas atualmente em uso terão que ser modernizadas ou substituídas nos próximos anos. Continuar lendo A substituição e a modernização das ogivas das armas nucleares e termonucleares no futuro próximo

As relações sino-americanas depois da pandemia

Acredita-se que a pandemia da COVID-19 mudará muita coisa no comportamento das pessoas, embora os efeitos dessas mudanças ainda sejam desconhecidos. Nas relações internacionais não será diferente, já que a crise evidenciou uma dependência preocupante em relação à China, país em que, aliás, se originou o processo de contaminação pelo novo vírus. Nesse contexto chama a atenção como se dará a evolução das relações EUA/China, as maiores potências econômicas e militares do planeta. Continuar lendo As relações sino-americanas depois da pandemia

O vírus e a geopolítica

A crise provocada pelo coronavírus e a decretação de estado de pandemia é provavelmente a primeira dessa natureza e proporções que o mundo enfrenta na era das redes sociais. Além das questões envolvendo comunicação, desinformação e propagação de fake news, a crise tem também potencial para acelerador mudanças geopolíticas em curso, especialmente envolvendo a competição entre a China e os EUA. Continuar lendo O vírus e a geopolítica

Porta-aviões chineses: marinha de “águas azuis”?

Com dois porta-aviões em operação, um terceiro a caminho e um acelerado ritmo de construção de submarinos e combatentes de superfície, muitos analistas especulam que em pouco tempo a PLAN poderá superar a US Navy, ameaçando-a no Mar do Sul da China. Continuar lendo Porta-aviões chineses: marinha de “águas azuis”?