A Peste Negra e o surgimento da Guerra Biológica

Jani Beg e o cerco a Caffa em 1345 (Ilustração produzida pelo autor).

Além de causar doenças e morte, armas biológicas são também uma forma de guerra psicológica, causando pânico em uma população e gerando grandes prejuízos econômicos. A primeira Guerra Biológica data de 1345, em uma ação que desencadeou a maior e mais mortal pandemia da história da humanidade.

Afeganistão: o Cemitério de Impérios e a nova realidade geopolítica na Ásia

Afegãos praticando Buzkashi, esporte nacional do país (Foto: Nasim Dadfar/Unsplash).

Depois de vinte anos, os Estados Unidos estão deixando o Afeganistão, encerrando aquela que foi a guerra mais longa de sua história. Essa retirada traz implicações e altera o cenário geopolítico, com impactos não apenas locais. Também traz oportunidades que poderiam ser aproveitadas pelo Brasil.

Chefe da defesa do Japão preocupado com a atividade militar da Rússia nas Ilhas Curilas

Dois caças F-15 da Força de Autodefesa Aérea do Japão (Foto: Angelique Perez/USAF).

Na Rússia, o Ministério da Defesa afirma que os voos de seus jatos militares ocorrem em estrita conformidade com as regras internacionais de uso do espaço aéreo.

Grupo de ataque dos EUA no Mar do Sul da China antes das negociações de Defesa da ASEAN

O porta-aviões americano USS Ronald Reagan (Foto: US Navy).

O USS Ronald Reagan liderou exercícios navais em áreas disputadas antes de discussões regionais que tem o objetivo de aliviar tensões; A Marinha dos EUA diz que patrulha é parte da “presença de rotina” na região.

Radar Semanal 11/06/21

Exercício de fogo real da Marinha chinesa no Mar da China Oriental em agosto de 2020 (Foto: Navy.81.cn).

O Radar desta semana traz uma advertência da DW, afirmando que uma corrida armamentista de IA já está em andamento; em artigo da Anadolu, analista afirma que Israel está usando os escassos recursos hídricos da região como arma política; uma análise da Foreign Affairs diz que os EUA não estão preparados para uma guerra com a China; e reportagem do SCMP avalia que uma guerra China-EUA poderia começar devido a um acidente.

A nova propaganda das forças armadas chinesas acertou com a Geração Z?

Wu Jing, ator do filme "Wolf Warrior", aparece em um vídeo de recrutamento do PLA (Foto: PLA).

Com as forças armadas cheias de gente nascida depois de 1995, a propaganda é projetada para falar a língua deles; armamento avançado de alta tecnologia também exige recrutas mais instruídos.

China rejeitou telefonemas de Lloyd Austin “depois que o secretário de defesa dos EUA solicitou a pessoa errada”

O secretário de Defesa Lloyd Austin, à esquerda (Foto: AP).

Especialistas em relações internacionais disseram que os canais de comunicação entre os governos dos dois países e os militares foram quase suspensos depois das acaloradas discussões entre seus principais diplomatas no Alasca, em março.

Bombardeiro estratégico H-20 da China “pode ser capaz de atingir segunda cadeia de ilhas”

Concepção artística do bombardeiro chinês Xian H-20 (Imagem: Weibo).

Imagens geradas por computador do Xian H-20, publicadas por revista de empresa de defesa estatal, mostram que o bombardeiro priorizará furtividade e longa distância.

Radar Semanal 21/05/2021

O brigadeiro-general Esmail Ghaani, então recém-nomeado comandante da Força Quds do Irã, lê o testamento do major-general Qassem Soleimani, durante o memorial de quarenta dias no Grand Mosalla em Teerã, Irã, em 13 de fevereiro de 2020 (Foto: Nazanin Tabatabaee/WANA/Reuters).

Nesta edição do Radar, a postura da Turquia, e porque, na visão do autor do artigo, ela não deve retornar à esfera de influência do ocidente; a real efetividade das sanções americanas contra as vendas de armas da Rússia; o recente conflito entre Israel e Palestina pode conter lições militares para a Coreia do Sul; e as novas milícias iraquianas criadas pelo Irã, que reportam à Força Quds.

Paquistão alerta países asiáticos contra “rivalidade de grande poder” na região

Primeiro-ministro paquistanês, Imran Khan (Foto: Anadolu).

A Ásia não deve se tornar palco de tensões induzidas de fora ou de dentro, diz o primeiro-ministro Imran Khan, acrescentando que as diferenças e disputas na Ásia exigem soluções asiáticas com base em valores e interesses asiáticos.