Atech entrega Sistema de Planejamento e Treinamento de Missões do E-99M

Compartilhe:
Teste de aceitação em campo do MPTS ocorreu com pleno sucesso no início deste mês na ALA 2, em Anápolis-GO (Divulgação).

Teste de aceitação em campo do MPTS ocorreu com pleno sucesso no início deste mês na ALA 2, em Anápolis-GO (Divulgação).

O Mission Planning and Training System (MPTS) desenvolvido pela Atech agrega modernização aos processos de planejamento, análise de missões e treinamento da  tripulação.


A Atech, empresa do grupo Embraer, concluiu a entrega do MPTS do projeto de modernização das aeronaves de Alerta Aéreo Antecipado da Força Aérea Brasileira, na ALA 2, na cidade de Anápolis-GO. O teste de aceitação em campo,  nas dependências do 2º/6º GAV – Esquadrão Guardião, ocorreu com pleno sucesso no início deste mês.

O projeto E-99M conduzido pela Força Aérea Brasileira (FAB), através da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), traz consigo a flexibilização das operações da aeronave e a ampliação das capacidades de vigilância nas áreas de interesse do Comando da Aeronáutica.

Com a integração do MPTS aos sistemas de solo da FAB, o Esquadrão Guardião recebe novas capacidades, agilidade e precisão para atuar em diversos cenários de vigilância, com protagonismo durante as operações. O sistema  também permitirá treinamento em solo dos integrantes do esquadrão, principalmente nas novas capacidades da aeronave, reduzindo o tempo de treinamento em voo, que será convertido em missões operacionais.

Além disso, o sistema possui mobilidade, podendo ser transportado com extrema facilidade em caso de necessidade ou operações desdobradas, para o aproveitamento da capacidade plena das aeronaves. A Atech foi responsável por todo o desenvolvimento do MTPS, desde as fases de concepção, especificação de equipamentos e integração de sistemas, até a instalação na ALA 2, em Anápolis, e seguirá sua missão com o treinamento para capacitação operacional e de manutenção em campo e o suporte técnico necessário.


Equipes Atech, Embraer e FAB na conclusão dos testes de aceitação em campo na ALA 2, em Anápolis-GO (Divulgação).

Uma entrega desta relevância e importância na modernização das capacidades das nossas Forças Armadas, é motivo de orgulho para a Atech, que sempre norteia suas atividades buscando oferecer cada vez mais eficiência e tecnologia na integração de sistemas complexos para as missões críticas, contribuindo com a soberania, segurança e defesa do nosso país”, destaca Giacomo Feres Staniscia, Diretor de Negócios da Atech.

No projeto de modernização do E-99M, a Atech também atuou no desenvolvimento de vários módulos do sistema de Comando e Controle embarcado, que permite o domínio completo do ambiente de operação, aumentando a consciência situacional e apoiando na tomada de decisão.

Sobre a Atech: reconhecida como uma System House brasileira, a Atech sempre se pautou pela inovação com o objetivo de ajudar a transformar o país. Com uma expertise única em engenharia de sistemas e tecnologias de consciência situacional e apoio a tomada de decisão, a Atech trabalha no desenvolvimento de soluções inovadoras com aplicações nas áreas de tráfego aéreo, sistemas de comando e controle, segurança cibernética, sistemas de instrumentação e controle, sistemas embarcados, simuladores e logística. A empresa é responsável pelo desenvolvimento e modernização de todo o sistema para o gerenciamento do espaço aéreo brasileiro. Pela sua atuação, a companhia é reconhecida e foi certificada como Empresa Estratégica de Defesa pelo Ministério da Defesa do Brasil.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

V-UnitV-UnitPublicidade
AmazonPublicidade
Fórum Brasileiro de Ciências PoliciaisPrograma Café com Defesa

Veja também