Alemanha, França e Espanha planejam acordo para jato de combate na próxima semana

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Modelos em escala do Future Combat Air System (FCAS) franco-alemão-espanhol, o jato de combate da próxima geração da Europa Foto: Charles Platiau/Reuters).

Modelos em escala do Future Combat Air System (FCAS) franco-alemão-espanhol, o jato de combate da próxima geração da Europa Foto: Charles Platiau/Reuters).

Desentendimentos sobre direitos de propriedade intelectual significam que Alemanha, França e Espanha ainda não chegaram a um acordo sobre os próximos passos para um projeto conjunto de caça a jato, disse o Ministério da Defesa em Berlim no sábado, após o prazo para encontrar uma solução expirar.

Na semana passada, os Ministros da Defesa da Alemanha e da França estabeleceram um prazo final de abril para mediar um acordo sobre o Future Combat Air System (FCAS), o maior projeto de defesa da Europa.

“Nenhum acordo sobre o uso dos direitos de propriedade intelectual foi atingido ainda”, disse uma porta-voz do ministério. “Para a Alemanha, o acesso irrestrito aos resultados das pesquisas financiadas conjuntamente é de extrema importância”. Os países queriam um acordo na próxima semana, acrescentou ela.

Custando mais de 100 bilhões de euros (US$ 120 bilhões), o desenvolvimento do jato reúne Alemanha, França e Espanha. A Dassault Aviation, a Airbus e a Indra estão envolvidas no esquema para começar a substituir os Rafale da França e os Eurofighter alemães e espanhóis a partir de 2040.


LIVRO RECOMENDADO

The Eurofighter Typhoon & Dassault Rafale

  • Greg Goebel (Autor)
  • Em Inglês
  • eBook Kindle

A porta-voz do Ministério da Defesa de Berlim disse que é necessário um acordo adequado para o uso dos direitos de propriedade intelectual no jato que respeite os interesses de todos os participantes do projeto.

Ela disse que as negociações continuam e que o objetivo da Alemanha era apresentar uma proposta ao comitê de orçamento do parlamento em junho.

A próxima etapa do desenvolvimento do jato está condicionada à aprovação do parlamento alemão, e o tempo está se esgotando para encontrar uma solução para apresentar uma proposta a tempo para que o comitê de orçamento do parlamento a vote antes das eleições gerais em setembro.

Anteriormente, uma fonte com conhecimento do assunto disse à Reuters que o ministério da defesa alemão deve encaminhar a proposta de orçamento ao ministério das finanças até 19 de maio.

No início desta semana, a MTU Aero, a Safran e a ITP Aero resolveram sua disputa sobre o desenvolvimento e produção dos motores do jato, concordando em dividir a carga de trabalho igualmente entre as três empresas.

Fonte: Reuters.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curso sobre a ChinaCurso de InteligênciaCurso sobre a RússiaPublicidade
Fórum Brasileiro de Ciências PoliciaisLoja Café com Defesa

Veja também