Mais recente submarino nuclear da Rússia prova seu valor no Ártico, diz comandante da Marinha

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
O submarino estratégico de propulsão nuclear Knyaz Vladimir (Foto: Lev Fedoseyev/Tass).

O submarino estratégico de propulsão nuclear Knyaz Vladimir (Foto: Lev Fedoseyev/Tass).

O submarino cruzador de mísseis estratégicos Knyaz Vladimir provou seu valor na superfície do gelo ártico quando três submarinos nucleares romperam simultaneamente o gelo de 1,5 metro de espessura, informou o chefe da Marinha russa Nikolai Yevmenov ao ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, na terça-feira.

O submarino estratégico Knyaz Vladimir, de propulsão nuclear, “justifica plenamente sua designação e nenhum dano foi registrado ao chegar à superfície”, disse o chefe da Marinha.

O ministro da defesa russo ouviu o relatório do chefe da Marinha durante uma inspeção da infraestrutura militar e social da base dos submarinos de propulsão nuclear na guarnição de Gadzhiyevo, na região de Murmansk.

No decorrer de uma expedição ao Ártico em março de 2021, três submarinos nucleares russos emergiram simultaneamente na área da Ilha Alexandra Land do arquipélago Franz Josef Land, no Ártico.

Dois submarinos eram cruzadores subaquáticos do Projeto 667BDRM (classe Delfin), enquanto o terceiro era o mais recente submarino de propulsão nuclear Knyaz Vladimir do Projeto 955A (Borei-A). Os três submarinos carregavam um total de 48 mísseis balísticos.

O Knyaz Vladimir é o cruzador subaquático aprimorado do Projeto 955A, que transporta mísseis estratégicos, que representa a quarta geração de submarinos nucleares construídos para a Marinha Russa. Foi construído no Estaleiro Sevmash em 30 de julho de 2012 e lançado em novembro de 2017.

Comparado com os três primeiros submarinos da classe Borei (o Yuri Dolgoruky, o Alexander Nevsky e o Vladimir Monomakh), o submarino Knyaz Vladimir é mais silencioso e possui sistemas aprimorados de manobra, profundidade e controle de armamento.

O submarino Knyaz Vladimir entrou em serviço na Marinha Russa em 12 de junho de 2020.

Fonte: Tass.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também