Tropas japonesas não se envolverão se a China invadir Taiwan, disse o PM Yoshihide Suga

Militares japoneses chegam para participar da Missão das Nações Unidas no Sudão do Sul (UNMISS) na capital do Sudão do Sul, Juba, em 21 de novembro de 2016 (Foto: Reuters).

Declaração recente de Suga e Biden pedindo “paz e estabilidade em todo o Estreito de Taiwan” levantou questões sobre o envolvimento militar japonês, e os comentários de Suga seriam a forma de Tóquio limitar a ideia de que seu governo poderia dar uma interpretação diferente à constituição para liberar o envio de militares.

Radar Semanal 18/12/2020

Nesta semana, entre diversos assuntos, uma possível aproximação da Turquia com Israel; o Japão e a Austrália estão próximos de um histórico acordo de defesa; três lições geopolíticas de 2020, numa análise do IISS; o Defense 360º traz uma análise sobre o uso de Inteligência Artificial nas questões nucleares; a invasão por hackers à organizações americanas, entre elas a agência nuclear.