China aprova lei para combater sanções estrangeiras

Foto: Thomas Peter/Reuters.

Nova lei é ferramenta legal abrangente da China para retaliar sanções estrangeiras; analistas locais dizem que a melhor opção seria cooperação, mas como os EUA não querem, uma lei retaliatória é a segunda melhor alternativa.

Putin diz que sanções americanas contra Nord Stream 2 perdem o sentido

O presidente russo, Vladimir Putin (Foto: Sergei Ilyin/Kremlin/Reuters.

O presidente russo acrescentou que tudo o que os Estados Unidos fizeram em relação ao Nord Stream 2 foi benéfico apenas para eles.

Radar Semanal 21/05/2021

O brigadeiro-general Esmail Ghaani, então recém-nomeado comandante da Força Quds do Irã, lê o testamento do major-general Qassem Soleimani, durante o memorial de quarenta dias no Grand Mosalla em Teerã, Irã, em 13 de fevereiro de 2020 (Foto: Nazanin Tabatabaee/WANA/Reuters).

Nesta edição do Radar, a postura da Turquia, e porque, na visão do autor do artigo, ela não deve retornar à esfera de influência do ocidente; a real efetividade das sanções americanas contra as vendas de armas da Rússia; o recente conflito entre Israel e Palestina pode conter lições militares para a Coreia do Sul; e as novas milícias iraquianas criadas pelo Irã, que reportam à Força Quds.

Rouhani afirma que os EUA concordaram em suspender as principais sanções ao Irã

O presidente iraniano, Hassan Rouhani (Fars News Agency).

O presidente do Irã disse que os Estados Unidos concordaram em remover sanções econômicas substanciais contra a República Islâmica após uma maratona de negociações em Viena.

Senador dos EUA confirma que Washington renuncia a sanções contra Nord Stream 2

Foto: Bernd Wuestneck/AP.

O Congresso recebeu um relatório obrigatório do Departamento de Estado sobre entidades envolvidas em atividades sancionáveis pelos construtores do gasoduto Nord Stream 2.

China fecha canal para diálogo diplomático em disputa com a Austrália

A China suspendeu um acordo econômico com a Austrália, piorando a já conturbada relação entre os países em meio a altercações sobre a pandemia do covid-19 e acusações de abusos de direitos humanos (Foto: Lukas Coch/AFP).

As tensões aumentaram desde que Canberra pediu uma investigação independente sobre as origens da pandemia do covid-19 e proibiu a Huawei de construir a rede 5G da Austrália; a China, maior parceiro comercial da Austrália, impôs tarifas ou interrompeu indústrias importantes.

Governo Biden deve prosseguir com política de Trump de proibição de investimentos chineses

O presidente americano, Joe Biden (Foto: Andrew Harrer/EPA-EFE).

Restrições envolvem empresas ligadas aos militares chineses, que incluem três grandes empresas de telecomunicações do país; Wall Street instou Biden a reverter completamente a proibição.

Rússia vê risco de desconexão do SWIFT como “hipotético” por enquanto

Porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova (Foto: Ministério das Relações Exteriores da Rússia/Tass).

Está em andamento uma cooperação entre o sistema de pagamentos MIR da Rússia e análogos estrangeiros.

Irã exibe dezenas de drones produzidos localmente em desfile militar anual

Foto: Vahid Reza Alael/FARS News.

A produção e operação de drones no país se desenvolveram devido às sanções econômicas internacionais. O país contou com cópia de modelos de veículos estrangeiros, recuperando destroços de países próximos ou depois de derruba-los nos céus iranianos.

Radar Semanal 16/04/2021

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdoğan (Foto: Adem Altan/AFP).

Nesta edição do Radar, uma análise de como a Rússia vem tomando partido das fraquezas demonstradas pela Europa; o equilíbrio da Turquia entre EUA, Rússia e China; e como o acordo Irã-China mina a efetividade de uma das ferramentas de pressão mais importantes dos EUA, as sanções econômicas.