Radar Semanal 16/04/2021

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdoğan (Foto: Adem Altan/AFP).

Nesta edição do Radar, uma análise de como a Rússia vem tomando partido das fraquezas demonstradas pela Europa; o equilíbrio da Turquia entre EUA, Rússia e China; e como o acordo Irã-China mina a efetividade de uma das ferramentas de pressão mais importantes dos EUA, as sanções econômicas.

Chefe da inteligência russa considera sanções de Washington uma medida hostil e mal-avaliada

Sergei Naryshkin (Foto: Serviço de imprensa do Kremlin).

O diretor do SVR atribuiu a política errática de Washington em relação à Rússia a vários grupos dentro do governo dos EUA que competem entre si.

Discurso de Biden tentou suavizar retórica em relação à Rússia, diz membro do comitê de relações exteriores russo

O presidente americano, Joe Biden (Foto: Andrew Harrer/EPA-EFE).

Dzhabarov acredita que Moscou deve retaliar as novas sanções de Washington e não se deixar enganar pelas recentes declarações do líder norte-americano.

Moscou responderá simetricamente se os EUA expulsarem diplomatas russos

Primeiro Vice-Presidente do Comitê de Relações Exteriores do Conselho da Federação Russa, Vladimir Dzhabarov (Foto: Vladimir Fedorenko/Sputnik).

Se os EUA impuserem novas sanções, a liderança russa irá considerar retaliações, disse Dzhabarov, acrescentando que é preciso localizar pontos doloridos sensíveis para a América. Além disso, tais medidas não ajudam e podem retardar a reunião entre os presidentes proposta por Biden.

Porta-voz do Kremlin diz que mais sanções dos EUA indicariam discrepância entre palavras e ações

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov (Foto: Sergei Bobylyov/TASS).

Ao falar sobre a conversa telefônica de terça-feira entre o presidente russo Vladimir Putin e o presidente dos EUA, Joe Biden, o porta-voz Dmitry Peskov lembrou que ambos mencionaram a escalada das tensões na Ucrânia.

EUA e Irã realizam primeiras negociações indiretas na tentativa de salvar acordo nuclear

Instalações nucleares de água pesada de Arak, perto de Teerã (Foto: Hamid Foroutan/AP).

As reuniões, sediadas pela União Europeia, trabalharão sobre como os EUA e o Irã podem voltar a cumprir os termos do acordo.

Rússia e Índia discutem perspectivas de maior produção de equipamentos militares russos na Índia

Alexander Lavrov (Foto: Alexander Shcherbak/Tass).

“Não discutimos os movimentos dos EUA hoje. Reafirmamos nosso compromisso com o desenvolvimento da cooperação técnico-militar”, disse Lavrov.

Radar Semanal 26/03/2021

Foto: Prefectura Naval Argentina.

Nesta edição do Radar, uma análise do SCMP sobre a união de China e Rússia frente às sanções americanas; artigo da Foreign Affairs avalia que a atual competição entre China e EUA, embora perigosa, não configura uma nova Guerra Fria; no Defense News, os exercícios militares greco-sauditas e possíveis impactos nas relações com os turcos; na Time, as estimativas dos impactos globais do bloqueio no Canal de Suez; e uma análise da expansão da influência chinesa na América do Sul, especialmente na Argentina, e a fraca reação dos EUA.

Comandante da Marinha do IRGC: Irã fortalecerá a autossuficiência na produção de equipamentos de defesa

O contra-almirante Alireza Tangsiri, comandante da marinha iraniana (Foto: FARS).

Tangsiri disse que as sanções “levaram à autossuficiência na produção de equipamentos de defesa que continuarão no ano em curso”.

Secretário de Defesa dos EUA pede que Índia evite comprar equipamentos russos

Lloyd Austin reiterou que aliados dos EUA devem evitar equipamento russo para evitar sanções.