Radar Semanal 09/04/2021

O HMS Queen Elizabeth operando no Atlântico (Foto: John Philip Wagner/US Navy).

Análise de uma crescente crise nas relações civis-militares nos EUA que o autor considera que podem colocar em risco a segurança nacional americana; Peter Thiel, bilionário investidor americano, diz que o bitcoin pode ser uma arma financeira da China e sugere banir o TikTok dos EUA; a nova estratégia da Grã-Bretanha sob uma perspectiva naval; e uma análise da visita de Sergey Lavrov, MRE da Rússia, ao Oriente Médio no mês passado.

Radar Semanal 02/04/2021

O presidente russo, Vladimir Putin, em Sochi, Rússia, outubro de 2019 (Foto: Sergei Chirikov/Reuters).

As recentes implantações de tropas russas próximo da Ucrânia; uma análise do novo modelo de forças do Reino Unido; as apostas e barganhas que mantém Putin no poder na Rússia; Um sumário das capacidades desestabilizadoras do Irã no Oriente Médio; e o uso de inteligência artificial para analisar a cada vez maior massa de dados coletada pela marinha dos EUA.

Radar Semanal 26/03/2021

Foto: Prefectura Naval Argentina.

Nesta edição do Radar, uma análise do SCMP sobre a união de China e Rússia frente às sanções americanas; artigo da Foreign Affairs avalia que a atual competição entre China e EUA, embora perigosa, não configura uma nova Guerra Fria; no Defense News, os exercícios militares greco-sauditas e possíveis impactos nas relações com os turcos; na Time, as estimativas dos impactos globais do bloqueio no Canal de Suez; e uma análise da expansão da influência chinesa na América do Sul, especialmente na Argentina, e a fraca reação dos EUA.

Radar Semanal 19/03/2021

Esta semana no Radar: A junta militar de Mianmar mira George Soros; Marinha italiana cogita transformar o porta-aviões Giuseppe Garibaldi em base de lançamento de foguetes; Lloyd Austin, Secretário de Defesa dos EUA, visita a Índia; Uma análise das ambições globais do Reino Unido; e a Coréia do Norte deve realizar novo teste de míssil balístico.

Radar Semanal 12/03/2021

Destaques para o orçamento de Defesa da China para 2021; a Arábia Saudita retoma negociação dos S-400 com a Rússia; empresa de defesa francesa apresenta blindado inovador; China deve construir hidroelétrica em novo ponto de atrito com a Índia; e um bombardeiro B-1B pousa pela primeira vez na região do Círculo Polar Ártico, irritando a Rússia.

Radar Semanal 05/03/2021

Neste radar, as perspectivas da ASEAN em relação ao gole em Mianmar; o aumento do orçamento de defesa chinês preocupa a Índia; após sanções contra funcionários russos, Moscou alerta Washington; lançador Patriot poderá disparar mísseis israelenses SkyCeptor; Rússia retoma projeto de míssil ar-ar de curto alcance; e uma análise do South China Morning Post sobre as políticas para fortalecimento das cadeias de abastecimento americanas de Biden.

Radar Semanal 26/02/2021

No Radar Semanal de hoje, destacamos dois fatos que consideramos marcantes: o ataque americano à instalações na Síria, a primeira ação militar de Joe Biden, e a escalada da crise em Mianmar, cuja solução parece cada vez mais distante. Selecionamos três artigos sobre cada assunto, procurando trazer visões distintas.

Radar Semanal 19/02/2021

Neste Radar, a China admite a morte de quatro militares nas escaramuças com a Índia em 2020; a radiografia de uma base de mísseis norte-coreana, pelo CSIS; uma tabela comparativa quantitativa das forças armadas dos países do Oriente Médio; artigo do War on the Rocks com reflexões sobre a Guerra do Golfo; e uma análise do Al-Monitor sobre a tríade Rússia-Irã-Turquia e a situação da Síria.

Radar Semanal 12/02/2021

Neste Radar, sanções americanas a Mianmar, uma breve análise dos mísseis do Paquistão, a bomba nuclear do Irã de acordo com a inteligência da IDF; os EUA e países da OTAN intensificam operações no Mar do Sul da China e uma análise do Al-Monitor sobre a atuação da Rússia na Líbia.

Radar Semanal 06/02/2021

EXCLUSIVO ASSINANTES: Nesta edição, o golpe de estado em Mianmar, no sudeste asiático, uma análise de como a eleição de Joe Biden pode afetar as relações entre Israel e a Turquia, e um acadêmico americano acredita que o alinhamento ideológico pode estar empurrando os Estados Unidos ao totalitarismo.