Caça F-35 britânico observa manobras navais russas no Mediterrâneo

Jato F-35B operando a bordo do HMS Queen Elizabeth (Foto: Ministério da Defesa britânico).

Exercícios da Rússia envolvem cinco navios de guerra, dois submarinos, bombardeiros, caças e aeronaves antissubmarino; manobras visam garantir a segurança da base aérea Hmeimim e da instalação naval Tartus operadas pela Rússia na Síria.

Radar Semanal 26/03/2021

Foto: Prefectura Naval Argentina.

Nesta edição do Radar, uma análise do SCMP sobre a união de China e Rússia frente às sanções americanas; artigo da Foreign Affairs avalia que a atual competição entre China e EUA, embora perigosa, não configura uma nova Guerra Fria; no Defense News, os exercícios militares greco-sauditas e possíveis impactos nas relações com os turcos; na Time, as estimativas dos impactos globais do bloqueio no Canal de Suez; e uma análise da expansão da influência chinesa na América do Sul, especialmente na Argentina, e a fraca reação dos EUA.

Tragédia no Líbano

O Líbano, além de conviver com o permanente conflito entre Hezbollah e Israel, vinha recebendo um grande fluxo de refugiados da guerra civil da Síria em meio a uma severa crise política e econômica. Não bastasse tudo isso, a violenta explosão que atingiu o país no início deste mês, além do desastre humanitário, impõe um enorme desafio à sua já combalida economia e agrava a crise política.

Explosão em Beirute (atualizações)

Duas explosões atingiram a capital libanesa de Beirute ontem às 18h00 (horário local). Ainda não há confirmação do total de vítimas e danos, mas as estimativas mostram prejuízos gigantescos em vidas e perdas materiais. Tampouco há ainda indicações seguras sobre as causas; o foco neste momento é nos trabalhos de resgate às vítimas e combate às chamas.

Explosão em Beirute

Uma enorme explosão atingiu a capital libanesa de Beirute nesta terça-feira, com muitos mortos na explosão e na onda de choque resultante. A causa da explosão, que se originou na área do porto da cidade, ainda não foi esclarecida.