Radar Semanal 20/08/21

Joe Biden sai sem responder perguntas depois de discursar sobre a crise no Afeganistão na Casa Branca em 16 de agosto de 2021 em Washington (Foto: Anna Moneymaker/Getty Images).

Neste Radar: Apesar das lições da Guerra do Vietnã, os EUA repetiram o erro no Afeganistão; Artigo analisa algumas inverdades no discurso de Biden sobre o caos no Afeganistão; As dificuldades da Rússia em aumentar sua influência na América Latina; e a descoberta de uma terceira base de ICBM preocupa estrategistas dos EUA.

A Rússia testou um míssil hipersônico na Síria? Talvez Israel saiba

Um MiG-31 russo com um míssil hipersônico Kinzahl (Foto: Ministério da Defesa da Rússia).

Observadores israelenses dizem que teste do míssil é parte do esforço de Moscou para ganhar presença forte no Mediterrâneo; nos últimos dias os russos realizaram um exercício de combate a apenas 30 km do HMS Queen Elizabeth, atualmente no leste do Mediterrâneo perto de Chipre.

Rússia testa com sucesso seu ICBM mais recente

Foto: Tass.

O Instituto de Tecnologia Térmica de Moscou começou a desenvolver sofisticadas modificações do ICBM móvel Kedr como parte da atualização dos armamentos estratégicos da Rússia.

Ministério da Defesa da Rússia está avaliando novos regulamentos após incidente no Mar Negro

O contratorpedeiro britânico HMS Defender (Foto: Kevin Shipp/Shutterstock).

Analistas acreditam que provocações em águas territoriais da Rússia serão mais frequentes e o país deve estar pronto a reagir, mas foguetes não guiados seriam suficientes para demonstrar intenções.

Grã-Bretanha poderia desacelerar suas compras de F-35

F-35B Lightning II conduzindo testes a bordo do porta-aviões britânico HMS Queen Elizabeth, em 13 de outubro de 2018 (Foto: Royal Navy).

A Grã-Bretanha havia dito que compraria 138 jatos, mas recentemente se tornou vaga sobre quando e quantos caças acabará comprando.

Mísseis MBDA Sea Ceptor vão equipar as fragatas classe Tamandaré

Imagem: MBDA.

O Sea Ceptor é um sistema de controle de armas inteligente que, junto com o Common Anti-air Modular Missile (CAMM) totalmente ativo, fornece autodefesa abrangente e defesa aérea local.

Força de foguetes da China testa míssil DF-26 “matador de porta-aviões”

Veículos lançadores de mísseis balísticos DF-26 chineses (Foto: Xinhua).

No exercício, a brigada praticou a transferência rápida de mísseis para outro local para lançar uma segunda onda de ataque, um treinamento para adestrar suas capacidades de resposta rápida.

O Leviatã, submarino de ataque israelense

O Leviatã e um segundo submarino da marinha israelense são vistos durante manobra naval no Mediterrâneo, na costa de Haifa, em 9 de junho de 2021 (Foto: Amir Cohen/Reuters).

A frota de cinco submarinos israelenses classe Dolphin, com um sexto em construção, é envolta em sigilo e especulações. Movidas a motores diesel-elétricos e com tripulação básica de 30 militares, alguns analistas sugerem que essas embarcações são capazes de lançar mísseis nucleares – que Israel não nega e nem confirma possuir.

Foguetes visam as tropas dos EUA e empreiteiros em bases militares iraquianas

Caça iraquiano F-16 Fighting Falcon decola da Base Aérea de Balad, no Iraque, em 17 de junho de 2019 (Foto: Luke Kitterman/USAF).

Os ataques são os mais recentes de uma sequência desde que Joe Biden assumiu a presidência e tem como alvo a presença dos EUA no Iraque, visando bases militares e a Zona Verde de Bagdá.

Israel vai pedir US$ 1 bilhão para reabastecer Iron Dome

O sistema de defesa israelense Iron Dome, à esquerda, intercepta foguetes, à direita, disparados pelo Hamas em direção ao sul de Israel a partir de Beit Lahia, no norte da Faixa de Gaza, em 14 de maio de 2021 (Foto: Anas Baba/AFP).

O ministro da Defesa do país, Benny Gantz, se encontrará com autoridades americanas em Washington nesta quinta-feira, semanas após o início da escalada de 11 dias com Gaza.