Países bálticos prometem estreitar laços de defesa com olhos na Rússia

Soldados lituanos da missão Lynx da OTAN na base de Rukla, em setembro de 2020 (Foto: Ludovic Marin/AFP).

A aquisição conjunta de armas está na agenda da cooperação no Báltico; países decidiram iniciar trabalhos para um sistema de foguetes de lançamento múltiplo que entraria em serviço após 2025.