Vinte anos dos ataques de Onze de Setembro de 2001 aos Estados Unidos da América

A Torre Sul sendo atingida durante os ataques de 11 de setembro (Foto: NIST SIPA/Wikicommons).

Ao se retirar completamente do Afeganistão, os EUA viram uma página dolorosa de sua história e podem se concentrar em desafios que não existiam 20 anos atrás, mas que hoje conformam o tabuleiro geopolítico mundial.

Retrospectiva 2020

2020 foi um ano difícil. Além das guerras e questões geopolíticas que, desde sempre, moldam a história da humanidade, a pandemia da COVID-19 acabou se tornando um agravante em diversos aspectos, desde sanitários até políticos. Para o Velho General, foi um ano de muito trabalho e crescimento.

“Gerônimo E.K.I.A.”: a Operação Lança de Netuno

A Operação Lança de Netuno, que culminou com a morte de Osama Bin Laden, foi resultado de um planejamento extenso que sucedeu uma investigação complexa e repleta de incertezas e ambiguidades. Não há muitas informações oficiais sobre a missão e muitos aspectos permanecem desconhecidos. No entanto, com o passar do tempo diversos relatos vêm revelando pequenos detalhes que permitem especulações plausíveis a respeito da operação e dos meios empregados.

A missão aérea da operação que matou Osama Bin Laden

Douglas Englen, aviador do 160º SOAR, foi um dos planejadores, piloto e líder da parte aérea da Operação Lança de Netuno, que eliminou Osama Bin Laden no Paquistão em 2011. Recém-aposentado, Englen contou esta história em entrevista à jornalista e documentarista Alex Quade publicada no The Military Times. Neste artigo, apresentamos o relato da missão aérea da operação que matou o líder da Al-Qaeda.