Relações China-OTAN: Pequim promete agir após alegação de “desafio sistêmico”, mas diz que não é uma ameaça

Líderes da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) posam para foto de grupo na sede da organização em Bruxelas, na Bélgica, na segunda-feira (Foto: Xinhua).

Declaração da missão da China na União Europeia diz que caracterização da OTAN é “calúnia” e “julgamento equivocado”. Pequim afirma que seu orçamento militar, uma fração dos membros da OTAN, prova que não representa uma ameaça à segurança ocidental.