Radar Semanal 28/05/2021

Paraquedista do Exército dos EUA designado para o 2º Batalhão, Regimento de Infantaria de Pára-quedistas 503 entra em contato com sua equipe durante um treinamento em 15 de abril de 2021 (Foto: Giovanny Lopez/US Army).

Nesta edição, o Radar Semanal traz uma análise sobre os custos da atualização da deterrência nuclear francesa; apresenta uma matéria sobre uma “misteriosa” base sendo construída numa ilha ao largo do Iêmen; uma avaliação de que o retorno ao JCPOA pode ser vantajoso para o Irã; e uma (auto) crítica pertinente aos rumos que os Estados Unidos vem tomando em relação a suas forças armadas

Paquistão diz não às bases militares dos EUA em seu território

Foto: Anadolu.

Islamabad também nega acordo com Washington sobre futuras operações de contraterrorismo no Afeganistão.

Rússia conclui construção de bases de manutenção da paz em Nagorno-Karabakh

Forças de paz da Rússia preparando-se para ir a Karabakh (Foto: North Press Agency).

Cada base inclui acomodações, posto médico, locais de armazenamento de armas e equipamentos, depósito de suprimentos, academia e balneário.

EUA saúdam forças de paz da China na África, mas desconfiam das incursões de Pequim

Militares chineses participam da cerimônia de abertura da base militar da China no Djibuti (Foto: AFP).

O Comitê de Serviços Armados do Senado dos EUA foi informado que o recém-concluído cais da China no Djibuti acomodaria um porta-aviões; analistas alertam que as operações de manutenção da paz da China na África são percebidas como possível desculpa para construção de bases militares no continente.

Radar Semanal 19/02/2021

Neste Radar, a China admite a morte de quatro militares nas escaramuças com a Índia em 2020; a radiografia de uma base de mísseis norte-coreana, pelo CSIS; uma tabela comparativa quantitativa das forças armadas dos países do Oriente Médio; artigo do War on the Rocks com reflexões sobre a Guerra do Golfo; e uma análise do Al-Monitor sobre a tríade Rússia-Irã-Turquia e a situação da Síria.