Braço Forte, Mão Amiga: as Operações Controle e Acolhida em Roraima

A crise humanitária em Roraima, no extremo norte do Brasil, desencadeada pelo fluxo migratório de venezuelanos em busca de melhores condições de vida, expôs mais uma faceta dos problemas vividos no país vizinho. Isso exigiu um esforço logístico e de coordenação nos níveis político, estratégico, operacional e tático, incluindo pessoas, autoridades e organismos nacionais e internacionais. Tarefa que as Forças Armadas, notadamente o Exército, cumprem de forma exemplar. Continuar lendo Braço Forte, Mão Amiga: as Operações Controle e Acolhida em Roraima

A única mulher no deserto: estudo de caso de diversidade

A sensibilidade feminina mostrou ao Exército dos EUA que diversidade não é sobre todos serem iguais, mas sobre aprender a tirar proveito das diferenças, trabalhar em equipe e preencher lacunas. Daniella Mestyanek, capitão da reserva do exército dos EUA, uma das primeiras mulheres a realizar missões de combate em um de seus dois períodos de serviço no Afeganistão, analisa sua experiência. Continuar lendo A única mulher no deserto: estudo de caso de diversidade

As relações sino-americanas depois da pandemia

Acredita-se que a pandemia da COVID-19 mudará muita coisa no comportamento das pessoas, embora os efeitos dessas mudanças ainda sejam desconhecidos. Nas relações internacionais não será diferente, já que a crise evidenciou uma dependência preocupante em relação à China, país em que, aliás, se originou o processo de contaminação pelo novo vírus. Nesse contexto chama a atenção como se dará a evolução das relações EUA/China, as maiores potências econômicas e militares do planeta. Continuar lendo As relações sino-americanas depois da pandemia

Cartas do Paraguai: a guerra na visão de Benjamin Constant

A Guerra do Paraguai devastou economias, territórios e vidas. Muitos testemunharam o maior conflito armado da América do Sul em diários e correspondências históricas. Benjamin Constant relatou tudo que vivenciou por meio de cartas à família e aos amigos, e no auge da guerra, escreveu o quanto era corroído pelas saudades da esposa e, em suas palavras, pelo desejo de que a “maldita guerra” terminasse o mais breve possível. Continuar lendo Cartas do Paraguai: a guerra na visão de Benjamin Constant